domingo, 20 de julho de 2014

Fui a procura da ideia de ti, tinha-te numa visão mais clara, e de como o meu eu evoluía com o teu, até ao ponto de intersecção. Tinha que acelerar, e tinha para onde, finalmente, caminhar.